Chicago muda projeto de candidatura à Olimpíada de 2016

Foram inclusos uma nova localização para a Vila Olímpica e a troca de alguns lugares para as competições

EFE

15 de dezembro de 2008 | 12h17

A cidade de Chicago, uma das principais candidatas do Rio de Janeiro pela sede dos Jogos Olímpicos de 2016, anunciou nesta segunda-feira mudanças no projeto de candidatura, incluindo uma nova localização para a Vila Olímpica. O novo plano, que inclui ainda a troca de alguns locais de competição, será incluído num relatório a ser apresentado ao Comitê Olímpico Internacional (COI) antes de 12 de fevereiro. Além da cidade americana e do Rio, Madri e Tóquio disputam o direito de receber os Jogos Olímpicos posteriores aos de Londres. A decisão será anunciada em 2 de outubro de 2009. A nova vila de Chicago seria construída onde atualmente fica o hospital Michael Reese, cujo terreno foi adquirido pela candidatura por US$ 86 milhões. O projeto original tinha o alojamento dos atletas na mesma área, porém perto da margem do lago Michigan - atualmente um depósito de caminhões, em McCormick Place. Ao anunciar o acordo, o presidente da candidatura, Pat Ryan, disse que a nova localização permitirá um projeto de moradias a um custo menor após os Jogos. Também foram mudadas as sedes das competições de natação - agora junto ao Estádio Olímpico-, hóquei, vôlei de praia, vela, canoagem e ciclismos de pista e BMX. Muitas das instalações seriam adaptadas depois dos Jogos para os esportistas com algum tipo de deficiência física.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.