Chicão e Liedson lutam pela artilharia no clube

A disputa é injusta, pois se trata de um zagueiro contra um atacante. Mas promete ser interessante. Com a negociação de Dentinho, Chicão e Liedson agora dividem a artilharia do clube, com 34 gols cada. Curiosamente, dos pés da dupla saíram os gols na virada sobre o Grêmio: 2 a 1.

Fábio Hecico, O Estado de S.Paulo

29 de maio de 2011 | 00h00

Hoje, eles prometem mais um round na luta para fazer história no clube. Não que estejam em pé de guerra pelo posto de goleador corintiano. Na verdade, têm objetivos em comum.

No Brasileiro, o Corinthians jamais teve o artilheiro. Chegou perto em 2005, com Tevez. Agora, Liedson busca essa conquista pessoal. Ainda mais com a concorrência que terá em breve, com Emerson e Adriano.

"Nunca me importei com números, procuro fazer um (gol) de cada vez. Mas meu pensamento é fazer gols sempre", diz.

No caso de Chicão, ele tenta se tornar o maior zagueiro- artilheiro do Alvinegro. Sua briga é para alcançar a marca de Grané, que nos anos 40 fez 50 gols. Chicão, de contrato renovado até 2013, já balançou as redes 34 vezes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.