Marcelo Sayão/EFE
Marcelo Sayão/EFE

Chicharito crê que Brasil retribuirá apoio ao México

Jogador espera carinho dos brasileiros com a seleção mexicana

AE, Agência Estado

13 de junho de 2013 | 19h17

Principal estrela da seleção mexicana, o atacante Chicharito Hernández afirmou acreditar que a boa relação entre Brasil e México no futebol vai ser vista desta vez em território brasileiro, durante a disputa da Copa das Confederações. Nesta quinta-feira, os mexicanos fizeram seu primeiro treino no Rio de Janeiro, em São Januário, e o jogador lembrou as vezes em que a seleção pentacampeã do mundo jogou na América do Norte.

"O simples fato de poder estar neste belo torneio, pelo Brasil ser o anfitrião, acho que isso é muito especial para nós. Todos sabem que quando o Brasil jogou no nosso país, sempre os tratamos de maneira muito especial, como quando Pelé foi campeão do mundo (em 1970). Portanto acredito que a relação Brasil-México é muito bonita", disse o jogador do Manchester United.

Ele também comentou a possibilidade de conhecer o Rio, onde o México joga domingo, contra a Itália, na sua estreia na Copa das Confederações. "Eu adoraria conhecer o Cristo (Redentor), adoraria caminhar um pouco nas ruas, mas não faz mal (não poder fazer isso). Viemos aqui para jogar futebol e temos um jogo contra a Itália que queremos ganhar", disse ele.

Já o meia Guardado, do Valencia, comentou sobre a adaptação que o México terá que ter para jogar a Copa das Confederações. Soberano nas Eliminatórias da Concacaf, o time mexicano está acostumado a enfrentar rivais que o respeitam e jogam fechados. Agora a situação é totalmente diferente.

"Quando você enfrenta uma equipe que não se fecha atrás, ela te dá um mais de espaços. Permite também que se veja um futebol um pouco mais atrativo, que também nos deixa fazer o que gostamos, não um futebol de poucos espaço, poucas chances de gol", observou o meia mexicano.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.