Daniel Teixeira/Estadão
Daniel Teixeira/Estadão

Chierighini faz 3º tempo do ano e Brasil define revezamento 4x100m para Mundial

Nadador do Pinheiros se destaca junto a companheiros de clube no Troféu Brasil Maria Lenk

Redação, Estadão Conteúdo

18 de abril de 2019 | 23h38

Com destaque para Marcelo Chierighini, que cravou o terceiro melhor tempo do ano nos 100m livre, o Brasil definiu nesta quinta-feira a sua equipe do revezamento 4x100m deste estilo para o Mundial de Esportes Aquáticos, em Gwangju, na Coreia do Sul. Com a marca de 47s69, o nadador do Pinheiros foi o grande vencedor da final dos 100m livre no Troféu Brasil Maria Lenk, o Campeonato Brasileiro Absoluto de Natação.

Breno Correia (48s11), Pedro Spajari (48s13) e Gabriel Santos (48s53), todos também do Pinheiros, foram os outros principais nomes desta prova e, juntos, eles cravaram o tempo somado de 3min12s66, que neste 2019 só foi inferior, em apenas 14 centésimos, a uma marca obtida por uma equipe do 4x100m da Rússia.

Destaque principal deste terceiro dia de disputas do Troféu Brasil, realizado no Parque Aquático Maria Lenk, na Barra da Tijuca, no Rio, Chierighini nadou pela primeira vez abaixo dos 48 segundos. Agora campeão brasileiro com a expressiva marca de 47s68, ele comemorou o seu feito e exaltou o trabalho realizado pelo Pinheiros.

"Eu quero dar um abraço no meu técnico Albertinho. Devo muito a ele e aos profissionais do Pinheiros. Queria muito esse 47s. A geração mais nova já tinha feito esse tempo e eu busco isso desde 2013. Não tenho nem como descrever. Estou muito feliz mesmo", festejou Chierighini. Pedro Spajari, por sua vez, destacou: "A gente está mostrando, a cada competição, nosso valor. Posso falar para vocês que, em 2020, nós vamos chegar com tudo".

Já na versão feminina dos 100m livre, Etiene Medeiros foi o principal destaque brasileiro ao cravar 54s48 na prova vencida pela norte-americana Mallory Cameford. Já Larissa Oliveira garantiu o terceiro lugar do pódio com 54s49.

"Estou nadando muito solta. Esse tempo está muito próximo do meu melhor. Fui bem agressiva agora à tarde e isso foi bom. Até agradeci à Mallory por ter vindo ao Brasil. Isso é muito bom para a natação feminina", ressaltou Etiene.

Outra prova realizada nesta quinta-feira no Troféu Brasil, os 400m medley teve Brandonn Almeida, do Corinthians, se sagrando campeão com o tempo de 4min13s69. Leonardo Santos ficou com a prata (4min17s98) e Icaro Ludgero (4min20s56) com o terceiro lugar no pódio.

A prova dos 400m medley feminino foi dominada por atletas estrangeiras e os destaques principais foram a italiana Illaria Cusinato, do Minas Tênis Clube, a checa Barbora Závodová, do Flamengo, e a argentina Florência Perotti, do Pinheiros. E a campeã dos 1500m feminino foi a argentina Delfina Pignatiello, enquanto Viviane Jungblut foi a melhor brasileira na prova.

Vale destacar também a prova do revezamento 4x200m livre, na qual o Pinheiros cravou o novo recorde de campeonato, com 7min09s81. As disputas do Troféu Brasil seguem nesta sexta-feira, com eliminatórias começando às 9h30 e finais a partir das 18 horas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.