Chile ganha em Lima e passa Brasil

Vitória por 3 a 1 sobre o Peru põe o time em terceiro, atrás da Argentina

LIMA, O Estadao de S.Paulo

30 de março de 2009 | 00h00

O Chile teve de encerrar um jejum de 24 anos, na vitória por 3 a 1 sobre o Peru, para assumir ontem a terceira posição das Eliminatórias. Desde 1985 a seleção chilena não vencia em Lima. Com o triunfo, chegou a 19 pontos, passou o Brasil e ficou atrás da Argentina no saldo de gols (3, contra 10 dos rivais). O Peru segue na lanterna, com apenas uma vitória em 11 partidas na competição. O time treinado pelo argentino Marcelo Bielsa construiu a vitória no primeiro tempo, com gols de Alexis Sánchez e Humberto Suazo, de pênalti. Na segunda etapa, Mark González ampliou e Johan Fano descontou para o time da casa, que se esforçou bastante mas não resistiu ao bom futebol apresentado pelos chilenos. Na próxima rodada, quarta-feira, o adversário do Chile é o Uruguai, em Santiago.ARGENTINA E URUGUAIOs argentinos ainda festejavam ontem a estreia de Diego Maradona como técnico da seleção em seu primeiro jogo em torneios oficiais desde que tomou posse do cargo, no fim de 2008. A vitória por 4 a 0 sobre a Venezuela, anteontem, em Buenos Aires, foi celebrada enfaticamente na capa dos jornais portenhos."As pessoas saíram do Monumental com esperança", descreveu o La Nación. O diário Clarín não escondeu o sentimento do país: "A paixão está de volta." Durante o jogo de anteontem, a torcida gritava no Monumental de Núñez: "Voltaremos, voltaremos a ser campeões como em 1986", evocando a última conquista em Mundiais, em que Maradona foi o protagonista.Os uruguaios também celebraram a vitória por 2 a 0 contra o Paraguai. "Temos jogo e jogadores para estarmos em 2010", comemorou Diego Forlán.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.