China aplica medidas extras para evitar atletas com idades adulteradas

PEQUIM - As autoridades esportivas chinesas anunciaram novas medidas para verificar a idade de seus atletas, com o objetivo de evitar fraudes e polêmicas como a que envolveu a ginasta Dong Fangxiao, que fez sua equipe perder uma medalha conquistada nos Jogos Olímpicos de Sydney 2000.

Efe

29 de julho de 2010 | 11h19

Segundo o jornal oficial China Daily, o vice-presidente da Administração Estatal Geral do Esporte, Cai Zhenhua, explicou a iniciativa antes de liderar a delegação chinesa que embarcará para os Jogos Olímpicos da Juventude, que acontecerão em Cingapura em agosto.

Zhenhua assegurou a idade dos participantes foi comprovada até seis vezes, mediante verificação de certidões de nascimentos, carteiras de identidade, passaportes, cartões de federações e comprovantes de competições nacionais e internacionais.

Além disso, os menores de 16 anos também foram submetidos a análises ósseas mediante ressonâncias magnéticas para comprovar os dados.

"Apuramos a idade de cada atleta da delegação para os Jogos Olímpicos da Juventude a fim de garantir que nenhum chegará a Cingapura com uma idade falsa", assegurou Zhenhua, em referência aos 70 chineses que participarão do evento.

O anúncio chega meses depois que o COI retirou a medalha da equipe feminina de ginástica da China, que em 2000 conquistou o bronze nos Jogos de Sydney, após descobrir que uma delas, Dong Fangxiao, tinha então apenas 14 anos, idade inferior ao permitido.

A fraude foi descoberta depois que a Federação Internacional de Ginástica comprovou que Dong tinha registrado nos Jogos Olímpicos de Pequim 2008 uma data de nascimento - 23 de janeiro de 1986 - distinta da informada em Sydney - 20 de janeiro de 1983 -, o que demonstra que a chinesa infringiu a proibição de participar com menos de 16 anos.

Tudo o que sabemos sobre:
ChinaOlimpíadafraudes

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.