Chinesa Ye poderia ter me derrotado nos 400m medley, diz Lochte

O nadador norte-americano Ryan Lochte pode ter desbancado o compatriota e recordista Michael Phelps nos 400m do medley em Londres, mas disse neste domingo que poderia facilmente ter sido derrotado pela campeã olímpica - uma adolescente de 16 anos.

CLARA FERREIRA-MARQUES, Reuters

29 de julho de 2012 | 13h53

A chinesa Ye Shiwen arrasou suas adversárias nos 400m medley feminino no sábado, disparando de tal forma na esticada final que teria batido Phelps e Lochte, dois dos nadadores mais velozes do mundo.

A nadadora de 16 anos completou o penúltimo trecho, de estilo livre, em 29seg75, mais rápida que o recordista Phelps conseguiu na prova masculina, e o último em 28seg93, abaixo da marca que deu o ouro a Lochte na prova masculina.

"Todos nós estávamos falando sobre isso no jantar ontem, é impressionante", disse Lochte aos repórteres depois de registrar o segundo melhor tempo nas eliminatórias dos 200m livre.

"Ela é rápida. Se estivesse lá comigo, talvez tivesse me derrotado."

Certamente teria sido uma chegada disputada.

O tempo final de Lochte nos 400m foi mais de 23 segundos à frente do de Ye, mas ela nadou seus 100m finais em 58seg68, e ele em 58seg65.

"Foi uma prova e tanto", disse Gregg Troy, líder da delegação dos EUA e técnico pessoal de Lochte.

Tudo o que sabemos sobre:
OLIMPNATACAOLOCHTE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.