Chinesas

O capitão da equipe de tênis da Rússia, Shamil Tarpischev, voltou a dizer ontem que não quer ver Maria Sharapova (foto) na cerimônia de abertura dos Jogos, no dia 8 de agosto. "Sou contra Sharapova carregar a bandeira durante uma volta completa pelo estádio olímpico e depois permanecer horas sob o sol", declarou. "Além disso, o braço direito dela ficaria destruído", emendou. Outra cogitada para ser a porta-bandeira da Rússia é a atleta Yelena Isinbayeva, recordista mundial e campeã olímpica do salto com vara.Foi lançado ontem o site oficial dos Jogos de Pequim, com cinco idiomas: mandarim, inglês, espanhol, francês e árabe. O site promete "ser uma janela para que as pessoas de todo o mundo se familiarizem com a China e sua capital". No endereço http://www.beijing2008.cn/ será possível ler as transcrições das entrevistas coletivas convocadas pelo Comitê Organizador e pelo Comitê Olímpico Internacional.O jamaicano Asafa Powell, ex-recordista mundial de 100 metros, anunciou a decisão de não competir no Meeting de atletismo de Paris, quarta etapa da Golden League da Associação Internacional de Federações de Atletismo (IAAF). O atleta sofreu uma lesão muscular durante a etapa de Roma, na última semana, e optou por não correr riscos a menos de um mês da Olimpíada. Powell terá como principal concorrente o compatriota Usain Bolt, atual recordista da distância.O Comitê Organizador anunciou ontem que as águas da cidade litorânea de Qingdao, sede da competição de vela, estão "praticamente limpas" de algas. Segundo a agência oficial Xinhua, os trabalhos dos mais de 130 mil soldados e voluntários que passaram semanas retirando mais de 50 toneladas de algas foram concluídos com sucesso e as plantas restantes "não prejudicarão a realização das provas". Regatistas de 30 países treinam atualmente nas águas de Qingdao. Durante semanas, foram obrigados a lidar com este "inevitável desastre natural", e com a poluição, que também atingiu a região de Qingdao. O jamaicano Asafa Powell, ex-recordista mundial de 100 metros, anunciou a decisão de não competir no Meeting de atletismo de Paris, quarta etapa da Golden League da Associação Internacional de Federações de Atletismo (IAAF). O atleta sofreu uma lesão muscular durante a etapa de Roma, na última semana, e optou por não correr riscos a menos de um mês da Olimpíada. Powell terá como principal concorrente o compatriota Usain Bolt, atual recordista da distância. O astro chinês de basquete Yao Ming deve disputar esta semana sua primeira partida oficial desde que realizou uma cirurgia no pé, em março, afirmaram meios de comunicação chineses. A Copa Stankovic, que serve como aquecimento para os Jogo, deve ser o palco do retorno às quadras do jogador do Houston Rockets, da NBA, à seleção chinesa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.