Chinesas

Só deu Estados Unidos na final dos 400 metros com barreiras masculino em Pequim. O vencedor foi Angelo Taylor (ao centro, na foto), que fez a melhor marca da prova no ano, 47s25. A medalha de prata ficou para Kerron Clement (D) e o bronze, com Bershawn Jackson.Na classe 49er da vela olímpica, o espírito esportivo foi esquecido. O imbróglio começou com o mastro quebrado do barco da equipe dinamarquesa, formada por Jonas Warrer e Martin Ibsen. A dupla pediu aos colegas croatas para disputar as finais com o barco deles. Os concorrentes, já eliminados, concordaram. A Dinamarca conquistou a medalha de ouro - causando protestos dos outros finalistas. Um júri confirmou o título dinamarquês, mas autoridades de Espanha e Itália - segundo e quarto colocados - anunciaram que vão recorrer. O brasileiro César Castro errou o sexto e último salto na eliminatória do trampolim de 3 metros e não conseguiu passar para a semifinal do torneio olímpico. Com 400,60 pontos, ficou na 24.ª colocação. Com 515,50 pontos, o chinês Chong He acabou em primeiro.A seleção brasileira masculina de handebol não conseguiu passar para as quartas-de-final do torneio olímpico. Na última partida pela fase de classificação, foi derrotada pela Espanha, em jogo dramático, por 36 a 35.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.