Chinesas

O lutador sueco Ara Abrahamian - famoso desde que abandonou a medalha de bronze olímpica ao lado do pódio - e o comitê olímpico da Suécia entraram com um recurso, na Corte Arbitral do Esporte (CAS), contra a Federação Internacional de Lutas Associadas (Fila). O objetivo da ação é fazer com que a Fila reconheça a vitória de Abrahamian sobre o italiano Andrea Minguzzi, pelas semifinais da Olimpíada, e puna os árbitros da luta. Por causa da atitude antidesportiva, o sueco foi punido pelo Comitê Olímpico Internacional (COI), que desclassificou e retirou a medalha de bronze do atleta. A decisão do CAS deve ser conhecida às 9 horas de sexta-feira.Os Jogos de Pequim entram para a história como a Olimpíada mais assistida de todos os tempos. Segundo o Comitê Olímpico Internacional (COI), a cerimônia de abertura já é o evento relacionado a esportes de maior audiência da história - estima-se que mais de 1,2 bilhão de pessoas tenham acompanhado os Jogos pela TV. Isso porque nos Estados Unidos, por exemplo, a cerimônia não foi transmitida ao vivo. Além disso, o COI informou que seu site conquistou, na primeira semana dos Jogos, mais visitantes do que em toda a Olimpíada de Atenas, em 2004.A bandeira espanhola está a meio-mastro na Vila Olímpica por causa do acidente com o avião da SpainAir ontem, no Aeroporto Internacional de Barajas, em Madri, que deixou mais de 140 mortos. O Comitê Olímpico Internacional (COI) estuda promover um minuto de silêncio na partida entre Espanha e Austrália pela semifinal do hóquei sobre grama - única participação espanhola em esportes coletivos hoje - em homenagem às vítimas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.