Chineses querem colocar bíblias nos hotéis para a Olimpíada

Vice-presidente da Associação Patriótica Católica da China, Liu Bainian pediu nesta sexta-feira para as autoridades espalharem algumas bíblias nos quartos dos hotéis de Pequim durante a Olimpíada de 2008.Com isso, Bainian acredita que os chineses conseguiriam apagar as impressões "equivocadas" dos estrangeiros sobre a religião no país. "Um grande número de atletas e turistas chegarão para os Jogos. A maioria deles tem crenças religiosas. Disponibilizar bíblias nos hotéis atenderia suas necessidades", contou o chinês.Bainian ainda citou como exemplo alguns países da Europa, onde a Bíblia é obrigatória nos hotéis. "Este serviço pode ajudar a esclarecer a concepção errada dos estrangeiros quanto à religião na China."Um relatório do Departamento de Estado dos Estados Unidos sobre liberdade religiosa internacional, confeccionado no ano passado, apontou que a China não respeitava a fé dos cidadãos e perseguia os cristãos, muçulmanos e budistas tibetanos que se recusavam a aceitar os controles oficiais.O porta-voz do Ministério do Exterior chinês, Qin Gang, disse à época que o relatório "era uma continuação das constantes acusações das políticas chinesas de religião e etnias minoritárias."Os líderes chineses, oficialmente ateísta e comunistas, dizem que os cidadãos são livres para praticar as religiões em locais e formas aprovadas pelo governo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.