Chuva deve fazer prova ser mais veloz

A previsão do tempo para hoje indica que a 87.ª edição da Corrida de São Silvestre deve ser realizada debaixo de chuva, um fator que pode ajudar os 25 mil atletas que disputarão os 15 quilômetros da prova paulistana. A probabilidade, segundo os meteorologistas, é de 80% de precipitação.

O Estado de S.Paulo

31 de dezembro de 2011 | 03h03

A umidade relativa do ar estará alta, na casa dos 65%. Esse é um detalhe, porém, que causa preocupação para os atletas. "Ter muita umidade sempre é um fator de dificuldade. O percurso vai ficar ainda mais duro", diz Marilson Gomes dos Santos.

A temperatura será amena, com máxima prevista para o dia de 25° C. Sem o calorão que já caracterizou algumas edições da prova, as possibilidades de uma disputa rápida aumentam. Paul Tergat foi quem fez os 15 quilômetros mais rápidos da história, com 43min12 em 1995.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.