Ciclismo brasileiro aposta em boa participação na Olimpíada

Prova masculina de estrada, neste sábado, gera maior expectativa de medalha, com três atletas na disputa

AE, Agência Estado

27 de julho de 2012 | 10h17

LONDRES - O ciclismo brasileiro mostrou estar confiante para conquistar um bom resultado na Olimpíada de Londres. E, na prova masculina de estrada, que será disputada neste sábado, um dos principais fatores a alimentar essa expectativa é a presença de três atletas classificados: Magno Prado, Gregolry Panizo e Murilo Fischer, que disputará agora sua quarta Olimpíada.

Com o número máximo de participantes, os brasileiros poderão fazer jogo de equipe. E, assim, podem almejar melhores resultados. "Vamos fazer um trabalho voltado para o Murilo Fischer. Ele é o mais experiente da equipe e compete no Pro-tour, o principal circuito do mundo", relatou Magno Prado.

A confiança, entretanto, não impediu que Magno salientasse a dificuldade da prova, que terá percurso de 250 quilômetros, com largada e chegada na Avenida The Mall, próxima ao Palácio de Buckingham. "O ritmo da disputa será forte, o que desgasta muito os ciclistas. Será bem complicado. A temperatura do dia também influenciará no resultado. Mas acredito que as colocações serão definidas no sprint final", avaliou o ciclista.

A confiança também é grande das atletas brasileiras para a prova feminina de estrada, que será disputada no domingo. Estão classificadas as irmãs Clemilda e Janildes Fernandes, além de Fernanda Souza.

"Tenho orgulho de participar pela segunda vez dos Jogos, meus olhos enchem de lágrimas só de pensar que mais uma vez estarei defendo meu país e com muito orgulho, como sempre fiz. Nossa equipe está forte e tenho certeza que vamos fazer uma grande participação", prometeu Clemilda.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.