Ciclismo: brasileiros irão para Suíça

De olho nos Jogos Pan-Americanos do Rio/2007 e Olimpíada de Pequim/2008, a Confederação Brasileira de Ciclismo lançou nesta terça-feira o Centro Nacional da modalidade, em Caieiras (SP). Para conhecer o projeto, o francês Frédéric Magnè, presidente do Centro Mundial de Ciclismo, órgão ligado à União Ciclística Internacional, esteve em São Paulo e garantiu que os melhores ciclistas brasileiros terão a chance de treinar na Suíça, onde fica a sede da UCI."Queremos ajudar os brasileiros em seu desenvolvimento e acho que isso será muito fácil. Claro que é um trabalho a longo prazo. Dá para pensar em medalhas no Pan do Rio, mas ainda é cedo para falar de Pequim/2008. Quem sabe para a Olimpíada/2012, que pode ser em Paris?", declarou Frédéric, que deixou o ciclismo em 2000. Ele saiu das competições totalizando sete títulos mundiais.O velódromo de Caieiras foi inaugurado em julho de 2003 e custou R$ 2,5 milhões, sem ajuda do Comitê Olímpico Brasileiro. No ano que vem a cidade será sede do Pan-Americano de Ciclismo. Mas ainda faltam arquibancadas e iluminação no local. "Não temos dinheiro para tudo isso ainda, mas já estamos conversando com vários parceiros", disse Marcos Mazzaron, presidente da Federação Paulista e um dos diretores da Confederação Brasileira.Segundo Mazzaron, seria importante trazer um técnico estrangeiro para o Centro Nacional de Ciclismo. "Temos muitos treinadores bons, mas um estrangeiro certamente colaboraria muito com o desenvolvimento do esporte. Ainda não temos verba para isso, mas está nos planos", assinalou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.