Ciclista austríaco aceita suspensão por doping

O ciclista austríaco Bernhard Kohl anunciou nesta quarta-feira que vai cumprir, sem recorrer, a suspensão por dois anos que recebeu em novembro do ano passado ao ser flagrado em exame antidoping na última edição da Volta da França.Kohl, de 27 anos, foi flagrado com a substância Cera, um hormônio sintético que aumenta a quantidade de glóbulos vermelhos e melhora a oxigenação do sangue, facilitando a recuperação de atletas submetidos a um grande esforço - trata-se de uma versão avançada da EPO, a eritropoietina. Como só passou a ser detectada meses depois da prova, a organização da Volta da França refez os exames e flagrou novos atletas que haviam escapado ilesos nos primeiros testes.As autoridades antidoping da Áustria haviam oferecido a Kohl uma espécie de delação premiada, prometendo reduzir a pena se o ciclista informasse quem lhe ofereceu a Cera, mas o atleta preferiu manter o silêncio e cumprindo integralmente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.