Ciclistas encaram desafio nas estradas

Uma verdadeira maratona ciclística atravessará o Estado de São Paulo a partir deste sábado: é o Extra Distance, que percorrerá 800 quilômetros por estradas e cidades paulistas. A prova, considerada a mais dura competição de ciclismo nacional, vai obrigar os 319 atletas inscritos ? competidores individuais ou divididos em duplas e quartetos, em equipes femininas, masculinas ou mistas ? a passarem mais de 24 horas pedalando sem parar.A largada será às 6 horas, no Extra Tietê. A previsão é de que a prova termine às 10 horas de domingo, no Extra Anhangüera, depois de ter passado por 52 cidades e 11 rodovias paulistas.Promovida pelo Grupo Pão de Açúcar, a prova é inspirada na Race Across America ? disputa que corta os Estados Unidos de costa a costa. Esportista por vocação, João Paulo Diniz, herdeiro do grupo, quis reproduzir a corrida por aqui. ?Essa prova é diferente de tudo. É muito dura e o principal problema é o calor?, revelouJoão Paulo correu as duas primeiras edições do Extra Distance (2004 e 2003), mas não conseguiu terminar nenhuma das provas. Este ano, irá disputá-la sozinho. ?Estava muito mal treinado?, justificou.Quem entende mesmo desse tipo de corrida é o santista Júlio Paterlini, de 39 anos, que tenta o tricampeonato na categoria solo. Em 2004, ele concluiu o percurso em 27h38m25 ? não dormiu e parou apenas 17 minutos para o jantar. ?Quem errar menos, vai sobressair, porque estamos falando de uma competição desgastante?, avisou.A disputa, entretanto, não é só para ciclistas profissionais. Triatleta, a estudante Lígia Martins Nerici, de 19 anos, sempre se interessou por provas de longa distância. ?Correr o Extra Distance era um sonho?, revelou.Com três amigas, ela formou a equipe Sundown/Flying Horse. Para viabilizar o sonho, conseguiu patrocínios e pedalou, nos últimos treinos, uma média de 300 km por semana. ?Sei que os desafios não serão fáceis, mas é isso que deixa a prova mais legal?, disse Lígia.

Agencia Estado,

02 de dezembro de 2005 | 19h17

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.