Cielo bate Phelps por 36 centésimos de segundo

Brasileiro volta a bater o americano na disputa dos 100 m livre e fecha GP de Michigan com[br]2 medalhas de ouro

, O Estado de S.Paulo

11 de abril de 2011 | 00h00

ANN ARBOR, EUA

Michael Phelps pode ser um dos maiores atletas da natação na atualidade, mas com Cesar Cielo ele não tem boa vida. Ontem, o brasileiro superou o americano na final dos 100 m livre do GP de Michigan, conquistando o ouro com uma vantagem de 36 centésimos de segundo. Cielo completou a prova em 49s12, contra 49s48 de Phelps. O bronze ficou com outro americano, Robert Savulich, com 50s10.

Foi a segunda vez que os dois duelaram nos 100 m livre e a segunda vitória do brasileiro. Em 2008, no GP de Ohio, Cielo fez o tempo de 48s34 e Phelps, 48s41.

Ontem, Cielo e Phelps nadaram lado a lado, nas raias quatro e três, respectivamente. O brasileiro começou forte, disparado na liderança, e abriu quase um corpo de vantagem. Mas, contra um nadador da categoria de Michael Phelps, teve de suar para ficar na parte mais alta do pódio.

Cielo virou na frente, mas viu o americano crescer nos metros finais. Ainda assim, conquistou não apenas a vitória, mas também seu objetivo de nadar abaixo dos 50 segundos. "Nos últimos 15 metros foi difícil, senti um pouco de dor. Tentei me concentrar apenas em realizar a técnica corretamente", comentou o atleta do Flamengo.

Segundo Cielo, não foi fácil chegar à frente do americano. "O Phelps é muito duro, ele tem a melhor virada final do mundo e te obriga a chegar no limite", disse. "Vim do Brasil para fazer boas corridas e estou muito feliz com a vitória. Fiz o que precisava. "

Outras provas. Foi o segundo ouro de Cielo em Michigan. Sábado, ficou no topo do pódio nos 50 m livre, com a marca de 22s08. Os brasileiros Bruno Fratus (22s52) e Nicholas Santos (que dividiu o terceiro lugar com o russo Andrey Seryy, com 22h54) completaram o pódio.

Já Phelps ficou em segundo lugar também nos 200 m medley, disputado ontem pela manhã, com 1min5963. O atleta da Tunísia Ous Mellouli chegou à frente do americano cravando no cronômetro 1min59s42.

No feminino, mais medalhas para o Brasil. No sábado, Flavia Delaroli levou a prata com o tempo de 25s77 - a americana Kara Joyce (25s57) ficou em primeiro lugar. Já Fabiola Molina ficou em terceiro nos 100 m costas, nadando em 1m00s95. As americanas Natalie Coughlin e Elizabeth Pelton chegaram à frente, com 1m00s04 e 1m00s67, respectivamente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.