Cielo bate recorde, e Brasil fica em 4.º no 4x100m

César Cielo bateu o recorde sul-americano dos 100 metros livre e ficou próximo da marca mundial, neste domingo, ao abrir o revezamento 4x100 metros no Mundial de Roma. A equipe brasileira ficou em quarto lugar, atrás dos Estados Unidos, que faturaram a medalha de ouro, Rússia e França.

AE, Agencia Estado

26 de julho de 2009 | 15h43

Primeiro brasileiro a cair na piscina, Cielo marcou o tempo de 47s09, muito perto do recorde mundial de 47s05, que pertence ao australiano Eamon Sullivan. O brasileiro campeão olímpico bateu na frente de Michael Phelps, primeiro americano a nadar no revezamento, que marcou 47s78.

A equipe brasileira, formada também por Nicolas Oliveira, Guilherme Santos e Fernando Silva, marcou o tempo de 3min10s80, batendo o recorde sul-americano que já havia superado nas eliminatórias (3min11s26).

Já os Estados Unidos fizeram a melhor marca do campeonato, que havia sido quebrado pelos brasileiros nas preliminares, e registraram 3min09s21. A equipe americana foi representada também por Ryan Lochte, medalha de ouro no revezamento 4x200 metros livre nos Jogos de Pequim.

A surpresa da prova foi a Rússia, que cresceu na metade da prova e faturou a medalha de prata, com 3min09s52. O destaque foi o nadador Danila Izotov, que assumiu em quarto lugar e, segundo homem a cair na piscina, deixou os russos em primeiro.

Medalha de bronze, a França registrou o tempo de 3min09s89 graças às boas performances de Alain Bernard e Frédérick Bousquet, recordista mundial nos 50 metros livre.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.