Cielo bate recorde sul-americano e está na final dos 50 m

O nadador César Cielo se classificou, nesta sexta-feira, à final dos 50 metros livre do 12.º Mundial de Esportes Aquáticos de Melbourne. Com o tempo de 22s09, o brasileiro também bateu o recorde sul-americano da prova, superando a marca de 22s18 estabelecida em 1998, pelo recém aposentado Fernando Scherer. O mais rápido das séries de classificação foi o sueco Stefan Nystrand (21s99), seguido pelo norte-americano Cullen Jones (22s00). A final da prova está marcada para a manhã deste sábado. "Eu vim para Melbourne, acreditando mais nos 50 do que nos 100 metros. Fiz um bom polimento e tenho tudo para ir bem à noite (manhã no Brasil), pois nadar de manhã aqui está complicado. Por isso, gostei muito de meu tempo, que é a minha melhor marca na prova. Mas os 50 metros é imprevisível, e depende muito de como você acordou no dia, seu estado de ânimo, etc.", disse Cielo, que tinha como melhor tempo nos 50m livre, 22s32, de dezembro passado. O outro brasileiro na prova, Nicolas Oliveira, ficou em 46º lugar, com 23s43, e se conformou, pois ?esta não é a minha prova e até fui razoável?.Revezamento consegue vaga para PequimO revezamento 4x200 metros livre masculino brasileiro bateu o recorde sul-americano (7min20s00), terminou em 11.º lugar e garantiu sua vaga nos Jogos Olímpicos de Pequim/2008.Para carimbar o passaporte olímpico, os revezamentos precisam chegar entre os 12 mais bem colocados. Mesmo sem conseguir vaga na fina da prova, o quarteto brasileiro, formado por Thiago Pereira, Rodrigo Castro, Nicolas Oliveira e Armando Negreiros, terminou em 11.º e superou a marca continental de 7min22s70 do revezamento brasileiro, 9.º colocado nas Olimpíadas de Atenas/2004. Na ocasião, o time era constituído por Rodrigo Castro, Bruno Bonfim, Carlos Jayme e Rafael Mosca.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.