Satiro Sodré/Divulgação
Satiro Sodré/Divulgação

Cielo e Chierighini faturam vaga nos 50 metros livre no Mundial de Barcelona

Pricipal nadador brasileiro ainda conquistou medalha de ouro no Troféu Maria Lenk

AE, Agência Estado

24 de abril de 2013 | 18h09

RIO - Cesar Cielo confirmou o favoritismo nesta quarta-feira e conquistou a vaga no Mundial de Barcelona e a medalha de ouro nos 50 metros livre no Troféu Maria Lenk. O principal nadador do Brasil terá a companhia surpreendente de Marcelo Chierighini, que desbancou Bruno Fratus na prova mais rápida da natação e se garantiu na competição internacional.

Sem respirar, Cielo bateu na frente com o tempo de 21s57, mais baixo que os 21s58 que registrou nas eliminatórias, pela manhã. Com este resultado, ficou mais perto do melhor tempo do ano, estabelecido pelo atual campeão olímpico Florent Manaudou, da França, com a marca de 21s55, também registrada neste mês.

"A prova foi muita boa, consegui baixar um pouquinho. Estou muito contente por ganhar de novo, mesmo voltando de cirurgia", declarou Cielo, em entrevista à Sportv. "Agradeço aos patrocinadores, que acreditaram em mim. Deu tudo certo. Fico feliz por estar conseguindo superar as expectativas".

Cielo se surpreendeu com o bom resultado por causa da cirurgia a qual se submeteu em outubro. Ele precisou operar os dois joelhos para corrigir uma inflamação atrás do tendão patelar. "Ainda não estou 100%. A ondulação ainda não está certa, está um pouco dura. Vou acertar estas coisas agora para o Mundial", avaliou o nadador, que vai buscar o tricampeonato nos 50m livre no Mundial de Barcelona, em julho.

A medalha de prata e a vaga restante na prova ficou com Marcelo Chierighini. Ao marcar o tempo de 21s88, ele superou Fratus (21s92) e melhorou seu desempenho em relação às eliminatórias (22s33). "Estou muito satisfeito com este tempo. É muito bom quebrar a barreira dos 22 segundos. Fazer 21 é muito especial para os velocistas. A sensação é muito boa", comemorou Chierighini.

A final serviu de desempate para a definição das vagas nos 50m livre. Nas eliminatórias, pela manhã, Alan Vitória (22s21) e Nicholas Santos (22s33) também haviam obtido índice para o Mundial. No entanto, acabaram sendo superados por Cielo e Chierighini na prova disputada nesta tarde.

Na prova feminina, Graciele Hermann confirmou o bom momento e faturou a vitória. Além de levar a medalha de ouro, ela melhorou seu tempo, baixando de 25s32 para 25s10. Graciele, que já havia conquistado o índice nas eliminatórias, ganhou a companhia de Alessandra Marchioro, que garantiu a classificação com 25s17.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.