Cielo lidera vitória do Flamengo no revezamento 4x50m

Cesar Cielo voltou a brilhar na manhã deste sábado, no Parque Aquático Maria Lenk, no Rio. Ele liderou a vitória da equipe do Flamengo no revezamento 4x50 metros livre no Campeonato Brasileiro Sênior de Natação, ao lado de João De Lucca, Nicholas dos Santos e Henrique Rodrigues. E, por ter aberto a prova, ainda fez o segundo melhor tempo do ano nos 50 metros livre: 21s58.

AE, Agência Estado

17 de dezembro de 2011 | 13h34

O melhor tempo do mundo nos 50 metros livre em 2011 pertence ao próprio Cielo, que fez 21s52 quando ganhou a medalha de ouro no Mundial dos Esportes Aquáticos de Xangai, em julho. Com o resultado deste sábado, ele superou o também brasileiro Bruno Fratus, que, até então, tinha a segunda marca do ano na prova, com os 21s76 que conseguiu fazer no campeonato na China.

"Achei que tivesse visto errado. Muito bom. Surpreendeu mesmo. Sinceramente, não esperava", afirmou Cielo, que se surpreendeu com a marca conseguida neste sábado porque ele está agora em fase de preparação para a disputa da Olimpíada de Londres. "Entre todos os tempos do ano nos 50 metros livre, tenho as quatro ou as cinco melhores marcas. Nossa, muito bom."

Além do bom tempo conseguido neste sábado, Cielo somou mais uma medalha de ouro nos dois campeonatos que acontecem simultaneamente nesta semana no Parque Aquático Maria Lenk. Nos últimos dias, ele ganhou os 100 metros livre tanto no Brasileiro Sênior quanto no Torneio Open e ainda venceu os 50 metros livre e o revezamento 4x100 metros livre no Brasileiro Sênior.

Após a prova, Cielo ainda confirmou que pretende continuar nadando pelo Flamengo em 2012. "O contrato vence agora, mas tenho uma relação muito boa com a Patrícia (Amorim, presidente do clube) e não me preocupa essa renovação de contrato. No ano passado, renovamos em fevereiro e não vou mudar de clube em ano olímpico. Acho que vou ficar mais alguns anos por aqui", avisou.

Tudo o que sabemos sobre:
nataçãoCesar Cielo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.