Cielo: por ouro e, quem sabe, por mais um recorde

Brasileiro disputa hoje a final dos 50 metros livre. Nas eliminatórias, o nadador se aproximou da marca mundial

, O Estado de S.Paulo

17 de dezembro de 2010 | 00h00

Para quem havia se proposto a disputar o Mundial de Piscina Curta como mais uma competição na temporada, Cesar Cielo está saindo melhor do que a encomenda. Ontem, o nadador fez o melhor tempo nas semifinais dos 50 metros em um tempo, 20s61, que não ficou distante do recorde mundial do sul-africano Roland Schoemman, 20s30.

Apesar da excelente marca, na qual estabeleceu novo recorde sul-americano (o anterior era de Nicholas dos Santos, 20s74), Cielo prefere não fazer previsões sobre o quanto poderá nadar hoje. Ressalta que sua prova requer extrema precisão, e erros mínimos rendem punições severas do cronômetro. "Cinquenta é cinquenta. Não dá para prever nada. Quero ganhar o ouro para o Brasil mais do que qualquer recorde",

Cielo admite que o desempenho no Mundial tem se mostrado útil para lhe devolver a autoconfiança. "Voltei a ter tranquilidade, a me divertir na piscina", confessa. Por conta do otimismo, acredita que poderá ser cada vez mais veloz em Dubai. "A galera vai ter de nadar rápido, porque eu quero diminuir mais ainda (meu tempo das semifinais). Estou me sentindo bem e é muito bom sair satisfeito depois de um bom resultado. A prova de 50 metros todo mundo sabe que é imprevisível, mas farei de tudo para não errar nada."

Surpresa. E Cielo realmente não poderá vacilar pois seus adversários serão de alto nível, em especial dois velhos conhecidos: os franceses Alain Bernard e Fred Bousquet. A surpresa das semifinais foi o fato de que nenhum americano se classificou entre os oito melhores, nem mesmo Nathan Adrian, que derrotou Cielo nos 50 m livre do Campeonato Pan-Pacífico. Em compensação, os italianos brilharam: Marco Orsi ficou com o segundo melhor tempo, 21s10, à frente de Bousquet, 21s17. Na sequência, outro italiano, Luca Dotto, se classificou em quarto lugar com 21s25.

Às 4 horas de amanhã, Cielo disputará as eliminatórias dos 100 m livre.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.