Cinturão de ouro é o desejo de Mayweather e Canelo

O norte-americano Floyd Mayweather vai ganhar US$ 41,5 milhões de bolsa, enquanto que o mexicano Saul Canelo Alvarez vai receber US$ 10 milhões. Mas é um objeto de ouro, de "apenas US$ 160 mil", que parece estar no desejo de ambos os lutadores. Trata-se do cinturão de ouro oferecido pelo Conselho Mundial de Boxe (CMB) ao vencedor do duelo deste sábado, no ringue do Hotel MGM, em Las Vegas. O rosto dos pugilistas está esculpido.

WILSON BALDINI JR., Agência Estado

11 de setembro de 2013 | 22h45

O belíssimo cinturão foi apresentado nesta quarta-feira por Mauricio Sulaymán, filho de Jose Sulaymán, presidente do CMB. "É uma homenagem aos dois melhores lutadores da atualidade, no ano do cinquentenário do CMB", disse Maurício.

Apesar do organismo ser mexicano, Mauricio afirmou que a torcida é apenas para uma grande luta. "O importante é termos um espetáculo que entre para a história". Ele informou que apenas o título de Canelo, o dos médios-ligeiros, estará em jogo. Independentemente do resultado, o cinturão dos meio-médios permanecerá com Mayweather.

Mauricio Sulayman disse que a bandeira do Brasil foi retirada do logotipo do CMB porque a Federação Sul-Americana se transferiu do Brasil para a Argentina. O dirigente negou que tivesse algum desentendimento com os dirigentes brasileiros, afinal o País foi um dos fundadores do CMB em 1963.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.