Cirurgia tira Érika das quadras por 3 meses

A pivô Érika de Souza, nos planos do técnico Paulo Bassul para o Pré-Olímpico Mundial, em junho, passará por cirurgia no tornozelo esquerdo e ficará cerca de 3 meses parada. A jogadora, atualmente no Ciudad Ros Casares, de Valência, apresenta instabilidade na articulação, conseqüência de diversas contusões no local. A pivô foi chamada para o Pré-Olímpico das Américas, em setembro, mas chegou em cima da hora e foi cortada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.