City não desiste de sonhar com o bi

Time derrotou ontem o Chelsea por 2 a 0 e não deixou o United aumentar a vantagem de 12 pontos

O Estado de S.Paulo

25 de fevereiro de 2013 | 02h07

O campeão Manchester City manteve sua tênue esperança de alcançar o rival Manchester United na luta pelo título ao ganhar ontem do Chelsea por 2 a 0. A diferença continua a ser de 12 pontos, mas o técnico Roberto Mancini não joga a toalha.

"Vamos lutar enquanto tivermos chance. Neste momento o importante é vencer os jogos e não ficar olhando para a tabela de classificação."

A situação poderia ter sido bem diferente se Lampard não tivesse desperdiçado cobrança de pênalti aos sete minutos do segundo tempo, quando o jogo estava 0 a 0. Hart derrubou Demba Ba dentro da área, mas se redimiu e defendeu a cobrança no canto direito.

Onze minutos depois, o City abriu o placar após bela jogada de David Silva, que encontrou Yaya Touré na área. O volante limpou um marcador e tocou no canto esquerdo.

O gol empurrou os Blues para cima, o que ofereceu o contragolpe ao City. E foi num deles que Tevez definiu o resultado. Ele recebeu na entrada da área e mandou uma bomba no ângulo direito de Cech.

A vitória deu ao Manchester City uma folga na segunda posição. O time tem agora sete pontos de vantagem sobre o Chelsea (56 a 49), que hoje poderá ser ultrapassado pelo Tottenham - tem 48 e jogará contra o West Ham. O Arsenal, com 47, é outro que briga pela posição.

No outro jogo do dia, o Newcastle bateu o Southtampton em casa por 4 a 2, chegou aos 30 pontos e se afastou do bloco dos últimos colocados.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.