Clã Jofre-Zumbano aposta em Rafael

O boxeador Rafael Zumbano, de 22 anos, 1,90 metro de altura e 98 quilos, tem os genes do melhor do boxe brasileiro em todos os tempos. Neto de Ralf Zumbano, um estilista e apelidado de ?O Bailarino? e primo em segundo grau de Éder Jofre, o maior peso galo do pugilismo, Rafael estreou com vitória no amadorismo, terça-feira, na Forja dos Campeões. Depois de desistir do curso de Direito da Unip e do trabalho na Secretaria Municipal de Assistência Social, o mais novo integrante da dinastia Jofre-Zumbano está confiante em poder manter a magia da família no pugilismo. ?Acho que esperei o momento certo para iniciar a carreira. Respirei boxe minha vida toda e meu avô sempre disse que eu seria campeão mundial?, afirmou Rafael, que treina ?duro? há um ano, com o ex-peso pesado argentino Juan Diaz. ?É bom ter um treinador que conhece a categoria na qual eu luto?, afirmou Rafael, referindo-se ao ex-sparring de Adílson Maguila Rodrigues. Diante de Fernando Gustavo, no Baby Barioni, Rafael não conseguiu conter o nervosismo por carregar um sobrenome tão importante para o boxe brasileiro. Mas não deixou que afobação tomasse conta de sua estratégia de luta. Depois de um assédio inicial do adversário, o neto do Bailarino, com um bom preparo físico, conseguiu retomar o equilíbrio do combate, castigar o adversário com dois bons cruzados de direita, forçando o córner a jogar a toalha no primeiro minuto do segundo assalto. ?Procurei fazer como meu avô fazia. dançar o tempo todo e não ficar como um alvo fixo.? A atuação deixou Newton Campos, presidente da Federação Paulista de Boxe, entusiasmado. ?Ele mostrou que tem escola de boxe. Possui boa postura e solta os golpes com eficiência.? O ex-praticante de jiu-jítsu sonha em ganhar ?tudo? como amador. ?Não tenho pressa em me tornar profissional.? Na terça-feira, Rafael terá pela frente Ricardo Souza, do Clube da Cidade, pelas quartas-de-final da categoria superpesado, acima de 91 quilos. ?Eu não conheço meu próximo adversário?, afirmou o integrante da família Zumbano, que espera contar com o primo famoso na platéia. ?Ele (Éder) sempre está me orientando, indo aos treinos na academia e só não esteve aqui hoje (terça-feira) porque tinha um compromisso em Belo Horizonte.?

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.