Clássico esquenta Inglês logo na segunda rodada

Tradicionais forças da competição, Arsenal e Liverpool se enfrentam depois de tropeços em suas primeiras partidas

, O Estado de S.Paulo

20 de agosto de 2011 | 00h00

Um clássico logo na segunda rodada é o segredo dos britânicos para esquentar o Campeonato Inglês desde o começo. O Arsenal, que perdeu Cesc Fábregas para o Barcelona e pena para se encontrar, já terá a dura tarefa de encarar o forte Liverpool, que fez muitos investimentos nesta temporada (R$ 130 milhões).

As duas equipes se enfrentam às 8h45 (com ESPN Brasil), no Emirates Stadium, em Londres. Ainda sem encontrar o time ideal, nenhuma das duas conseguiu vencer na primeira rodada. O Liverpool, de Lucas Leiva e Fábio Aurélio, apenas empatou com o Sunderland (1 a 1, em casa), enquanto o Arsenal tropeçou no Newcastle (0 a 0, fora).

"Nós perdemos um jogador de qualidade internacional, mas temos um bom elenco", disse o técnico do Arsenal, Arsene Wenger, que sofre pressões dos torcedores após ano sem títulos.

O Chelsea também tem hoje (13h30, com RedeTV! e ESPN Brasil), no Stamford Bridge, chance de conquistar seus primeiros três pontos no campeonato. Enfrenta o West Bromwich, que foi promovido da Segunda Divisão. A equipe de André Villas-Boas apenas empatou com o Stoke (0 a 0) na estreia e o técnico também começa a ouvir as primeiras críticas. Outros jogos de hoje: Sunderland x Newcastle, Aston Villa x Blackburn, Everton x Queen"s Park Rangers e Swansea x Wigan.

Campeonato Alemão. O Bayern de Munique tenta satisfazer a torcida bávara e mostrar que pode lutar pelo título nacional, perdido para o Borussia. Hoje enfrenta o Hamburgo, que ainda não venceu no campeonato. Ontem o líder Borussia M"Gladbach bateu o Wolfsburg: 4 a 1.

Campeonato Português. Após dois jogos, o Porto vai confirmando o favoritismo. Ontem bateu o Gil Vicente por 3 a 1. O Benfica corre atrás do prejuízo. Hoje enfrenta o Feirense.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.