Clássico pode definir título invicto do Coritiba

Equipe precisa apenas de um empate na casa do Atlético para confirmar a conquista, mas recepção não deve ser amistosa

, O Estado de S.Paulo

24 de abril de 2011 | 00h00

CURITIBA

O Atlético-PR tem uma dura missão, às 16 horas, na Arena da Baixada. Ou bate o arquirrival Coritiba, invicto na temporada, ou dá adeus ao título paranaense - e o pior, entrega a taça para o maior adversário.

O Coritiba empatou apenas dois jogos no Campeonato Paranaense, resultado que já seria suficiente para conquistar o título - tem 27 pontos no segundo turno da competição, contra 22 do rival a duas rodadas do fim. Se repetir a conquista do primeiro turno, evita até uma final, conquistando hegemonia que não se via no Estado desde 2003.

Tcheco pode se tornar o primeiro jogador a levar dois títulos invictos do Estadual. O meia do Coritiba é o único que também estava naquela equipe.

A parada é difícil, mas o Atlético está embalado também. A equipe do técnico Adilson Batista humilhou o Bahia (vitória por 5 a 0) para conseguir classificação às quartas de final da Copa do Brasil. E mesmo que o Coritiba ainda possa levar o título paranaense na última rodada, contra o Cianorte, no Couto Pereira, tirar a invencibilidade do maior rival teria um sabor especial para os torcedores atleticanos.

Os ânimos estão exaltados. Na sexta-feira, integrantes de torcidas organizadas do Atlético se envolveram em confusão com seguranças do clube durante a venda de ingressos para o clássico. Esta foi a terceira briga do tipo em três dias.

Para evitar cenas como as do final do Campeonato Brasileiro de 2009 - torcedores do Coritiba travaram uma briga indignados com o rebaixamento da equipe -, dirigentes da equipe visitante decidiram que o time não dará volta olímpica nem levantará troféu no estádio do rival. "Vamos comemorar em paz no Couto Pereira", disse o vice-presidente Vilson Ribeiro de Andrade.

Rebaixado. Com o empate (2 a 2) de ontem com o Arapongas, o Paraná, uma das equipes consideradas grandes do futebol local, foi rebaixado para a Divisão de Acesso do Campeonato Estadual. O time fez apenas 20 pontos na soma dos dois turnos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.