Clássico põe à prova trabalho de Fla e Vasco

Resultado, qualquer que seja, trará reações controversas nos clubes

Fabio Lacerda, RIO, O Estadao de S.Paulo

21 de março de 2009 | 00h00

O primeiro clássico entre Vasco e Flamengo em 2009 apresenta algumas coincidências e divergências que apimentam a partida sem a necessidade de os jogadores trocarem as habituais insinuações antes de a bola rolar, hoje, às 18 horas, no Maracanã. Enquanto o Vasco possui quatro atletas que já disputaram essa tradicional partida, o Flamengo tem três debutantes no time titular. As duas equipes entram em campo em situações interessantes. Uma derrota pode causar comportamentos distintos tanto em São Januário quanto na Gávea. O Vasco, com 9 pontos no Grupo A, ainda se manterá na zona de classificação para a fase semifinal da Taça Rio, embora vá ficar atrás do Fluminense, que ontem chegou aos 12 pontos ao fazer 3 a 1 no Bangu. No Flamengo, um revés pode tornar muito delicada a situação do técnico Cuca, cujo trabalho já vem sofrendo críticas de conselheiros importantes do Rubro-Negro há algum tempo. Pelo lado cruzmaltino, apenas quatro jogadores (Tiago, Fernando, Amaral e Alex Teixeira) disputaram uma das partidas de maior rivalidade do País. No Rubro-Negro, Éverton Silva, Wilians e Zé Roberto debutam no duelo número 210 - em Cariocas - entre os dois clubes de maior torcida do Rio. Josiel já sentiu o clima da partida no último Campeonato Brasileiro e tem-se cobrado para melhorar seu desempenho, mesmo aparecendo como artilheiro do Flamengo na temporada com seis gols. "Estou satisfeito com os gols que têm surgido, mas, analisando de maneira geral, ainda estou um pouco abaixo do que posso render."FLU GANHA OUTRACarlos Alberto Parreira continua invicto. Ontem, no Engenhão, o Fluminense bateu o Bangu de virada, por 3 a 1, no Engenhão. Bruno Luiz fez para o time da zona rural, mas o Maurício, Fred e Luiz Alberto garantiram a vitória tricolor.Com a derrota, o Bangu caiu para o terceiro lugar no Grupo B (tem 7 pontos e saldo inferior ao Flamengo), provisoriamente liderado pelo Friburguense, que chegou aos 9 pontos ao vencer em casa a Cabofriense por 2 a 1, ontem à tarde. O Madureira fez 2 a 1 no Mesquita enquanto Macaé e Americano ficaram no empate por 1 a 1.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.