Classificada, Rebeca Gusmão sonha com 1ª medalha

A primeira medalha da natação brasileira em Mundiais pode sair na manhã desta sexta-feira, quando Rebeca Gusmão cai na piscina para a final dos 100 metros livre. Ela fez o sétimo melhor tempo das semifinais, com 54s21. A melhor marca foi da Magdalena Veldhuis, com 53s33, seguida da recordista mundial, a australiana Lisbeth Lenton, com 53s65.Rebeca comemorou a classificação para uma final que não esperava disputar, pois deu prioridade na preparação para os 200 metros livre. "Ainda fiz muita coisa errada, espero poder melhorar esse tempo", disse - ela é recordista sul-americana da prova, com 54s02. Até agora, na história dos Mundiais de piscina curta, as mulheres brasileiras nunca conseguiram ganhar medalhas.Na final dos 50 metros livre, que também será disputada na manhã desta sexta-feira, estarão na piscina mais dois brasileiros: Guilherme Roth e Nicholas dos Santos, que tenta no mínimo repetir o bronze conquistado há dois anos, em Indianapolis.Nicholas marcou o sexto melhor tempo, 21s91, e Roth ficou com a oitava e última vaga na final, com 21s99. O melhor nas semifinais foi o norte-americano Cullen Jones, que estabeleceu novo recorde da competição, com 21s31.

Agencia Estado,

06 de abril de 2006 | 10h12

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.