Clube ganha queda de braço com Inter e fatura R$ 1,4 mi

O São Paulo bateu pé para lucrar com a saída antecipada de Dagoberto e venceu a queda de braço com o Internacional. Ontem, o time gaúcho concordou em pagar R$ 1,4 milhão para ter o atacante em janeiro - o contrato com o Tricolor encerrava-se em abril.

O Estado de S.Paulo

23 de dezembro de 2011 | 03h05

O clube do Morumbi chegou a fazer pressão, cogitando manter Dagoberto em Cotia até o encerramento do vínculo. Com a saída no mês que vem, além da quantia recebida, vai lucrar cerca de R$ 800 mil que pagaria apenas de salário para segurá-lo.

Em cinco temporadas no São Paulo, Dagoberto nunca conquistou plenamente a torcida e passou por períodos na reserva. Os altos e baixos incluíram desentendimentos públicos com ex-treinadores como Ricardo Gomes e Paulo César Carpegiani.

Artilheiro do São Paulo no ano (22 gols), Dagoberto vai receber um salário de cerca de R$ 400 mil no Inter. A intenção inicial do ex-camisa 25 do Tricolor era defender um clube europeu. / B.D.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.