Clube recebe oferta da Philips

O São Paulo está perto de aumentar consideravelmente suas receitas de patrocínio para a próxima temporada com dois contratos distintos, um para o peito da camisa e outro para as mangas. A Philips já formalizou uma proposta para ser o principal patrocinador da equipe. A empresa está disposta a pagar cerca de R$ 25 milhões por ano, incluindo bônus por título e ações de marketing - quase R$ 20 milhões iriam direto para os cofres. A LG Electronics tem preferência na renovação, mas já disse ao São Paulo que não tem como bater a oferta da concorrente de eletroeletrônicos. O contrato deve ser formalizado em no máximo duas semanas.E faltaria agora buscar um parceiro para comprar o espaço nas mangas da camisa. Interessados não faltam. O diretor de marketing Julio Casares já recebeu sondagens, mas nenhuma oferta concreta chegou até o momento.No contrato em vigência com a LG Electronics, o São Paulo recebe R$ 15 milhões anuais. A empresa estampa sua logomarca no peito da camisa e usa as mangas para promover a rede varejista Fast Shop. Em 2009, além dos R$ 25 milhões oferecidos pela Phillips, o clube do Morumbi espera vender o espaço das mangas por mais R$ 5 milhões por ano para uma segunda empresa.A cúpula tricolor negociou, também, recentemente acordo com a Visa para investimento em reformas no Morumbi, visando à Copa de 2014. O São Paulo trabalha nos bastidores para que o estádio receba a partida de abertura da Copa do Mundo de 2014.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.