Clube responderá por crime ambiental

O Ministério Público (MP) Federal moveu ação civil pública contra o Fluminense porque o clube é acusado de cometer crime ambiental durante a construção de seu Centro de Treinamento em Xerém. De acordo com a denúncia, foram derrubadas árvores nativas e realizadas queimadas na Mata Atlântica no entorno da obra, situada perto da Reserva Biológica do Tinguá, sem nenhuma licença ambiental. A legislação diz que o clube deve recuperar as áreas degradadas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.