WILTON JUNIOR/ESTADÃO
WILTON JUNIOR/ESTADÃO

AO VIVO

Confira tudo sobre a Copa do Mundo da Rússia 24 horas por dia

Clubes do Rio usam arena no Parque Olímpico sem pagar aluguel

Cessão gratuita para jogos do NBB a Vasco, Botafogo e Flamengo garante que espaço não fique sem uso

Raphael Ramos, O Estado de S.Paulo

15 Janeiro 2018 | 07h00

Para manter a Arena Carioca 1 em uso, a Autoridade de Governança do Legado Olímpico (Aglo) resolveu ceder sem cobrança de aluguel o espaço para Flamengo, Vasco e Botafogo receberem jogos do NBB no local.

+ União vai gastar R$ 35 milhões para manter funcionamento do Parque Olímpico

+ Cortes nas verbas públicas afetam pequenos projetos esportivos

A cessão gratuita de uma das arenas mais modernas do Brasil alivia – e muito – o caixa dos clubes do Rio. O aluguel de um ginásio com instalações semelhantes à Arena Carioca 1 custaria aproximadamente R$ 20 mil por dia. A única contrapartida exigida por parte da Aglo foi que os clubes instalassem armários nos vestiários.

O empréstimo sem custos da Arena Carioca 1 é uma das maneiras encontradas pela Aglo, autarquia vinculada ao Ministério do Esporte responsável por administrar as instalações esportivas do Parque Olímpico da Barra, para não deixar que o local se transforme em um elefante branco, mesmo que isso tenha um alto custo aos cofres públicos. No ano passado, somente com água e energia elétrica, a União gastou mais de R$ 4,7 milhões com o Parque Olímpico. A Aglo também administra a Arena Carioca 2, o Velódromo e o Centro de Tênis.

“Eu não cobrei do Flamengo, não cobrei do Vasco, nem do Botafogo, nem de ninguém. Eles estavam com uma dificuldade financeira muito grande. Não é crível que eu tenha uma arena e não disponha. Minha função primordial não é arrecadar, é fomentar o esporte”, justifica Paulo Márcio Dias Mello, presidente da Aglo.

Desde novembro já foram realizadas sete partidas do NBB na Arena Carioca 1 e estão agendados mais 14 jogos até março. Além de usar o espaço nos dias dos eventos, as equipes podem realizar treinamentos no local.

Com ingressos entre R$ 10 e R$ 20 e sem a necessidade de pagar aluguel, os borderôs financeiros dos jogos realizados na Arena Carioca 1 mostram que os clubes têm lucrado com as partidas no Parque Olímpico da Barra. No clássico entre Flamengo e Vasco, disputado no dia 30 de dezembro, com mando do Rubro-Negro, por exemplo, a renda líquida com bilheteria, já descontados os impostos, foi de R$ 35,8 mil. Por exigência da Aglo, no entanto, uma parte dos ingressos é doada para torcedores de baixa renda. / COLABOROU MARCIO DOLZAN

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.