Susana Vera/Reuters
Susana Vera/Reuters

Clubes vão oferecer pelo menos R$ 660 milhões por Cristiano Ronaldo, diz jornal

Real deve receber propostas de Manchester United, Mônaco, PSG e de equipes chinesas

O Estado de S.Paulo

07 de junho de 2017 | 09h51

Pelo menos três equipes europeias podem estar próximas de oferecer mais de 180 milhões de euros (aproximadamente R$ 660 milhões) para o Real Madrid na tentativa de contratação de Cristiano Ronaldo.

Segundo o jornal português A Bola, o Real deve receber propostas de Manchester United, da Inglatera, Mônaco e PSG, do futebol francês. Clubes chineses também estariam interessados no craque.

Caso as propostas sejam aceitas, Cristiano Ronaldo voltaria a ser o jogador envolvido na transferência mais cara da história do futebol. Ele já tinha este recorde quando foi comprado pelo Real Madrid em 2009 por 94 milhões de euros (R$ 256,6 milhões, na época).

Depois dele, só Paul Pogba, comprado pelo Manchester United por 105 milhões de euros (R$ 370,6 milhões) no ano passado, e Bale, que foi para o Real Madrid em 2013 por algo perto dos 100 milhões de euros (R$ 315 milhões), custaram mais caro.

Segundo a imprensa europeia, o ano deve ser mesmo de recordes quebrados. Na última segunda-feira, a rádio Montecarlo, da Espanha, informou que o Real Madrid vai oferecer 135 milhões de euros (aproximadamente R$ 500 milhões) para trazer Mbappé, jovem de 18 anos do Mônaco.

Essa seria a terceira proposta do time de Zinedine Zidane, que já tentou comprar o jogador por 100 milhões de euros (R$ 370 milhões) e por 115 milhões de euros (R$ 425 milhões).

Tudo o que sabemos sobre:
FutebolCristiano RonaldoReal Madrid

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.