Coaracy é reeleito na CBDA para 7º e 'último' mandato

O presidente Coaracy Nunes Filho foi reeleito na manhã deste sábado para seguir à frente da Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA). O dirigente, eleito para seu 7º mandato no comando da entidade, garantiu que não será mais candidato ao fim do novo período na presidência da confederação.

AE, Agência Estado

09 de março de 2013 | 14h46

"Estes próximos quatro anos são os meus últimos e começo a me despedir", afirmou o dirigente que comanda a entidade responsável pela natação, maratonas aquáticas, polo aquático, nado sincronizado e saltos ornamentais desde 1988. "Agradeço a confiança de todos os presidentes. Vou fazer tudo para auxiliar os estados a desenvolverem ainda mais".

Pelo novo mandato, Coaracy só vai se despedir da CBDA somente no início de 2017, totalizando 29 anos à frente da entidade. "A verdade é que já quis sair antes, mas gostaria de realizar o sonho de estar na CBDA quando os Jogos Olímpicos de 2016 acontecerem. É um sonho realizado com trabalho de muitos anos e do qual fiz parte", disse.

Coaracy, no entanto, já começou a falar em tom de despedida. "Foi incrível ser presidente da CBDA e agradeço do fundo do coração a cada um que ajudou neste caminho. As dificuldades, as divergências, as lutas, tudo enfim contribuiu para a maturidade da entidade, para o avanço. Vamos em frente".

O dirigente foi eleito para o 7º mandato por aclamação em votação que contou com presidentes das federações filiadas à CBDA. Junto com ele, o vice-presidente Luiz Soares foi mantido no cargo.

A eleição foi realizada durante a Assembleia de 2013, no qual Coaracy prestou contas sobre as atividades do ano passado e aprovou o calendário da atual temporada das cinco modalidades.

Tudo o que sabemos sobre:
nataçãoCBDACoaracy Nunes

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.