Divulgação
Divulgação

COB define base exclusiva do Brasil nos Jogos de Londres, em 2012

Atletas brasileiros terão base exclusiva de treinamento antes e durante a Olimpíada na capital inglesa

AE, Agência Estado

21 de janeiro de 2011 | 14h35

RIO - O Comitê Olímpico Brasileiro (COB) divulgou uma nota oficial, nesta sexta-feira, informando que definiu o Centro Esportivo Crystal Palace, localizado no sul de Londres, como base exclusiva de treinamento de todos atletas brasileiros durante os Jogos Olímpicos de 2012 e no período final de preparação para o evento.

A entidade destacou que o acordo foi firmado pelos superintendentes executivos de esportes do COB, Marcus Vinicius Freire, e administrativo e financeiro da entidade, Sergio Lobo, durante a terceira visita de inspeção às instalações da competição, que foi encerrada na última quinta-feira.

De acordo com o COB, no CT de Crystal Palace os atletas terão à disposição pistas de atletismo, piscinas, ginásios, campos, quadras e salas de musculação, sendo que os brasileiros deverão chegar a Londres um mês antes do início da Olimpíada. A entidade ainda frisou que, após o início dos Jogos, o centro esportivo abrigará todos os membros da delegação brasileira não credenciados para ficar na Vila Olímpica. Deste grupo fazem parte médicos, auxiliares técnicos, treinadores, fisioterapeutas, sparrings, membros do departamento de Ciência do Esporte, entre outros, no local que foi definido como base do Brasil na capital inglesa.

"Esta já é a primeira vitória do Brasil para Londres 2012. O objetivo do COB é oferecer as melhores condições aos atletas brasileiros durante os Jogos Olímpicos. Nossa ideia é dar o máximo de privacidade para nossa delegação, algo difícil na Vila Olímpica. O uso de um centro exclusivo durante os Jogos Olímpicos proporciona uma base de treinos para todos os atletas da delegação nos horários que forem melhores para eles. Vamos oferecer serviços como ciência do esporte, medicina esportiva, tecnologia de vídeo, entre outros tantos, que proporcionarão aos atletas um ambiente propício para a sua preparação a um nível significativamente mais elevado", afirmou Marcus Vinicius Freire ao justificar a escolha do local.

O dirigente lembrou também que a opção por uma base exclusiva, sem a presença de atletas e delegações de outros países que circulam na Vila Olímpica, também foi inspirada em uma iniciativa já utilizada por nações que são grandes forças do esporte olímpico mundial. "É um salto de qualidade para o Brasil. Potências como os EUA, Austrália, Inglaterra e Alemanha já fazem isso. Estamos seguindo o caminho dos melhores do mundo. Acredito que, proporcionando um ambiente para os atletas brasileiros se concentrarem em níveis máximos durante os Jogos Olímpicos, veremos grandes resultados para o Time Brasil em Londres", reforçou.

Na última quarta-feira, a Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt) já havia divulgado que o estádio que faz parte do Centro Esportivo Crystal Palace serviria de base para os atletas da modalidade que irão defender o Brasil na Olimpíada. A informação foi dada pelo superintendente técnico da entidade, Martinho Nobre dos Santos, dois dias antes de o COB oficializar que o complexo que abriga o estádio será utilizado por todos os atletas do País.

Tudo o que sabemos sobre:
Londres 2012BrasilOlimpíadas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.