COB paga promessa para Pan 2007 no Rio

O presidente do Comitê Olímpico Brasileiro (COB), Carlos Arthur Nuzman, e o prefeito do Rio, Cesar Maia, começaram a pagar nesta quarta-feira as promessas de campanha para que a "cidade maravilhosa" fosse a escolhida para ser a sede dos Jogos Pan-Americanos de 2007. Além de anunciar a criação do Conselho Pan-Americano de Marketing e Negócios no Esporte, nesta quarta-feira, o dirigente informou no Palácio da Cidade, em Botafogo, que a estréia do novo orgão acontece com a realização do 1º Congresso Pan-Americano de Marketing e Negócios no Esporte e na 1ª Feira Pan-Americana de Esportes e Negócios.Durante a disputa para angariar os votos necessários à vinda do Pan-2007 para o Rio, o COB e a prefeitura fizeram algumas promessas aos 41 representantes dos comitês votantes. Na ocasião, foram ofertados 75 conjuntos de uniformes, passagens aéreas, além da realização de congressos de Marketing e Negócios no Esporte em 2003, 2005 e 2007.O lançamento nesta quarta-feira da primeira edição do congresso, previsto para acontecer entre os dias 2 e 4 de outubro, foi cercada de expectativa pela realização de bons negócios e oportunidades que poderão surgir.Principalmente, pelo impacto econômico estimado de US$ 1 bilhão que a realização do Pan-Americano trará para o Rio e o Brasil. Para os três dias de evento no Centro de Convenções Riocentro, na Barra da Tijuca, zona oeste, foram convidados quatro representantes de cada Comitê Olímpico Nacional dos países das Américas. A expectativa é a de que o evento consiga reunir 1.200 congressistas e 2.000 mil participantes da feira.Parceria - Para viabilizar o congresso, o COB fechou uma parceria com a Fagga Eventos, através de uma licitação, que contou com a participação de 20 empresas do ramo, do total de 25 convidadas. A estimativa é a de que os eventos tenham um custo estimados de R$ 4 milhões, sendo metade arcados pelos promotores e a outra parte pelo visitantes e expositores.A entidade brasileira terá uma participação nos lucros, mas não desembolsará nenhum recurso financeiro. "Precisamos trazer para o Brasil feiras dirigidas por pessoas de esportes", disse Nuzman, lembrando que o presidente da Odepa, Mario Vasquez Raña, estará presente ao evento.Uma das principais funções do Conselho Pan-Americano de Marketing e Negócios no Esporte será a criar oportunidades e desenvolver o esporte entre os países americanos. Apesar do anúncio da criação do novo órgão, seu organograma ainda não ficou pronto, assim como não há uma previsão sobre o valor de seu orçamento.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.