Osman Orsal / Reuters
Osman Orsal / Reuters

COI desclassifica 4 atletas russos nos Jogos de Londres-2012 por doping

Como resultado da denúncia de doping sistemático em atletas do país, esportistas tiveram que passar por reavaliação

Estadao Conteudo

30 de março de 2017 | 12h06

O Comitê Olímpico Internacional (COI) revelou mais quatro casos de doping no esporte russo, nesta quinta-feira. A entidade cassou os resultados obtidos por um atleta do levantamento de peso, duas do lançamento de martelo e uma do salto triplo nos Jogos Olímpicos de Londres-2012.

A detecção do doping faz parte do recente programa antidoping que refaz exames em amostras colhidas em edições anteriores das Olimpíadas, principalmente Pequim-2008 e Londres-2012. Os novos testes são realizados com tecnologias que não existiam na época destes eventos e tem maior capacidade de detecção de substâncias proibidas.

No caso destes atletas russos, os exames visaram alvos específicos, seguindo a definição do COI de dar atenção especial aos resultados das investigações realizadas pelo professor Richard McLaren, investigador independente que revelou os casos de doping sistemático no esporte russo, principalmente no atletismo, em 2015.

E, na reanálise destas amostras de esportistas da Rússia, o COI detectou doping em Khadzhimurat Akkaev, Mariia Bespalova, Gulfiya Khanafeeva e Victoria Valyukevich. Akkaev, de 31 anos, estava inscrito na categoria até 105kg do levantamento de peso. Mas acabou ficando de fora da disputa por conta de uma lesão nas costas. Mesmo assim, o COI considerou o atleta "desclassificado" porque seu teste deu positivo para a substância turinabol, que é um esteroide.

A mesma substância proibida foi detectada nos testes dos outros três atletas. Com isso, Bespalova perdeu o 11º lugar obtido na final do lançamento de martelo, enquanto Khanafeeva teve cassada a 16ª colocação, ainda na fase classificatória, da mesma prova. Valyukevich, por sua vez, teve anulado o 8º lugar na final do salto triplo. Ela terá que devolver o diploma que é entregue pelo COI aos atletas que terminam as provas nesta colocação.

Ao todo, 30 atletas da Rússia já foram punidos pelo COI como resultado da reanálise das amostras nas últimas edições das Olimpíadas.

Tudo o que sabemos sobre:
COIOlimpíadaDoping

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.