COI deve punir húngaro que trocou urina

O Comitê Olímpico Internacional já foi informado sobre um novo escândalo nos Jogos Olímpicos de Atenas, desta vez envolvendo o húngaro Robert Fazekas, ganhador da medalha de ouro no arremesso do disco, que tentou trocar sua urina durante o controle antidoping. A notícia foi dada pela emissora grega de televisão Mega. De acordo com a fonte, Fazekas foi surpreendido ao levar escondido uma bolsa de plástico com urina de outra pessoa para substituir o seu material.A emissora de TV disse que o COI ainda não confirmou a suspeita, mas se isto ocorrer Fazekas será eliminado dos Jogos, perderá a medalha e receberá uma suspensão por dois anos. Fazekas, 29 anos, registrou um arremesso de 70,93 metros para ganhar a medalha de ouro na segunda-feira. A prata ficou com o lituano Virgilijus Alekna (69,89 metros) e o bronze foi outro húngaro, Zoltan Kovago ( 67,04 metros).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.