COI diz que África do Sul quer sediar Olimpíada

Jacques Rogge está satisfeito com organização da Copa e vê possibilidade do país sediar Jogos Olímpicos de 2020

AE-AP, Agência Estado

23 de junho de 2010 | 13h19

O dirigente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Jacques Rogge, revelou nesta quarta-feira que se reunirá com o presidente da África do Sul, Jacob Zuma, para conversar sobre a possibilidade do país sediar uma edição dos Jogos Olímpicos.

O encontro será promovido no fim de semana em que acontecerá a decisão da Copa do Mundo, realizada no país. O presidente do COI afirmou que está satisfeito com a organização do torneio e por isso a África do Sul teria condições sediar uma Olimpíada, que seria a primeira no continente africano.

"É sempre uma boa notícia ver que um país como a África do Sul quer ser sede. Em 1997, Cidade do Cabo fez uma boa campanha quando ficou em terceiro lugar atrás de Roma e Atenas (para os Jogos Olímpicos de 2004)", enfatizou Jacques Rogge.

Desde então, nenhuma cidade sul-africana se ofereceu para promover uma Olimpíada, pois o país estava focado na organização da Copa do Mundo. Após o Mundial, é provável que uma candidatura apareça para os Jogos Olímpicos de 2020.

Até agora, Roma declarou oficialmente a intenção de ser sede do evento. Dubai, Istambul, Budapeste e Tóquio ou Hiroshima também são outras cidades que deverão entrar na disputa. O anúncio da sede para a Olimpíada de 2020 será anunciada em 2013.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.