COI diz que 'disque-denúncia' anticorrupção prometido em abril está em operação

Uma linha telefônica destinada apenas para denunciar manipulação de resultado dos jogos e outros atos de corrupção já se encontra em operação, informou nesta sexta-feira o Comitê Olímpico Internacional (COI), que pretende usar o mecanismo para combater ações criminosas nas competições que são chanceladas pela entidade.

Estadão Conteúdo

17 de julho de 2015 | 12h29

Denominado de "linha telefônica de integridade e ordem", o "disque-denúncia" teve a sua criação anunciada pelo COI em abril e agora permite que atletas, técnicos, árbitros e o público reportem de maneira anônima atividades suspeitas relacionadas a manipulação de resultados e violações ao código de ética do máximo organismo olímpico.

A presidente da comissão de atletas do COI, Claudia Bokel, disse que "precisamos difundir a voz para que todo mundo conheça essa linha telefônica e tenha acesso a ela". A linha em questão está disponível no site oficial do COI por meio do seguinte link: www.olympic.org/integrityhotline.

Tudo o que sabemos sobre:
COIdisque-denúnciacorrupção

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.