COI diz que Rússia tem adotado ações contra o doping

O presidente da Comissão Médica do Comitê Olímpico Internacional afirmou que a Rússia enviou uma mensagem clara de que seus atletas têm um problema com o uso de substâncias proibidas e que o governo tem adotado medidas para contornar este problema.

AE, Agencia Estado

10 de fevereiro de 2010 | 10h23

"Os russos estão cientes de que têm um problema. Se você não perceber que tem um problema, você não tem nenhuma forma de lidar com ele", disse Arne Ljungqvist, presidente da comissão. "Portanto, os congratulo porque entendo que os russos deram uma mensagem clara de que têm um problema para lidar e eles têm tomado ações. Estou confiante de que continuarão tomando ações", completou.

Os comentários forma feitos um dia após Jacques Rogge, presidente do Comitê Olímpico Internacional, expressar a sua preocupação com o elevado número de caso de doping entre esquiadores e atletas de biatlo da Rússia.

Ljungqvist ressaltou que a preocupação do COI existe também porque a Rússia vai sediar a edição de 2014 dos Jogos Olímpicos de Inverno, na cidade de Sochi.

Tudo o que sabemos sobre:
Olimpíada de InvernoCOIRússiadoping

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.