Denis Balibouse/Reuters
Denis Balibouse/Reuters

COI diz ter garantias de que obras serão entregues no prazo

Comitê Rio 2016 se antecipou e tranquilizou órgão internacional

Ronald Lincoln Jr. , Estadão Conteúdo

27 de fevereiro de 2015 | 21h21

O Comitê Olímpico Internacional (COI) afirmou nesta sexta-feira que recebeu garantias de que as empreiteiras responsáveis pelas obras olímpicas - algumas delas investigadas na Operação Lava Jato - terão condições de entregar dentro do prazo as instalações prometidas para os Jogos.

Diante da repercussão das investigações sobre as empreiteiras na Operação Lava Jato, que investiga esquema de lavagem de dinheiro e desvios envolvendo contratos da Petrobrás, o Comitê Rio 2016, organizador local dos Jogos, resolveu se antecipar e tranquilizar o COI quanto ao andamento das obras.

"Nos informaram que as instalações estão sendo construídas por consórcios que têm garantia da robustez. Então não podemos especular nada. O que o Comitê nos garantiu é que não haverá problemas", afirmou Christophe Dubi, diretor executivo do COI para ps Jogos Olímpicos, após reunião do comitê executivo da entidade, que está reunido em um hotel em Copacabana, na zona sul do Rio.

Entre as investigadas estão empresas como Andrade Gutierrez, Camargo Corrêa, Queiroz Galvão e OAS, responsáveis por algumas das principais obras de infraestrutura e de construção ou reforma dos locais que receberão o evento.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.