COI encontra obras atrasadas em Atenas

"A menos de seis meses da Olimpíada, só nos resta repetir que falta muito a ser feito", disse nesta quinta-feira o coordenador do COI para os Jogos de Atenas, Denis Oswald, depois de inspecionar o andamento das obras na cidade grega. "Mas estamos confiantes de que os gregos saberão usar o tempo que resta para aprontar tudo." Para Denis Oswald, a falta de infra-estrutura e as descobertas arqueológicas em muitos dos locais escolhidos para receber a competição estão entre os responsáveis pelo atraso.Um dos principais problemas envolve a instalação da cobertura de aço e vidro do Estádio Olímpico - ainda não se sabe se haverá tempo para fixar à estrutura os dois enormes arcos que permitirão a continuidade da obras. O teto passará por um teste técnico em maio e o projeto deve estar terminado no fim de junho.Gianna Angelopoulos-Daskalaki, presidente do Comitê Organizador de Atenas, afirmou que 19 dos 35 locais de disputa estarão concluídos no fim de março. "Atenas estará pronta para o mundo em agosto", garantiu.Na área de segurança, um incidente mostrou que o "inimigo" pode estar perto. Nesta quinta-feira, um grupo grego anti-Olimpíada atirou coquetéis Molotov contra carros do governo a cerca de 10 km do hotel em que estavam integrantes do COI. "Foi uma mensagem de boas-vindas", disse um membro do grupo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.