Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

COI exige mais que dinheiro para vender Olimpíada

Na guerra pelo direito de transmissão de eventos esportivos no Brasil, o Comitê Olímpico Internacional (COI) alerta que não basta apenas oferecer dinheiro para vencer a concorrência pelos direitos dos Jogos Olímpicos de 2012. O Comitê ainda não tomou uma decisão sobre quem no Brasil terá o direito de transmissão dos Jogos de Londres, mas confirmou que negociações foram realizadas nos últimos dias envolvendo a Record, Band e Globo. Em Lausanne, o COI avisa: outros critérios serão avaliados além das propostas financeiras. Segundo o COI, as decisões sobre as negociações para 2012 serão anunciadas na próxima semana. ?Estamos avaliando as propostas no que se refere à cobertura, ao número de pessoas que poderão assistir pela TV os jogos e também o compromisso das redes com os valores do esporte não apenas durante os Jogos, mas durante todo o ano?, explicou uma assessora de imprensa do COI. ?Só o dinheiro não conta?, disse. Tradicionalmente, os Jogos Olímpicos foram transmitidos no Brasil pela Globo e Bandeirantes, como também ocorrerá em 2008 nas Olimpíadas de Pequim. Segundo a revista Veja, a Record teria oferecido US$ 30 milhões para obter o direito de 2012, valor duas vezes superior à oferta da Globo pelos Jogos em 2008. ?Nada ainda foi assinado?, concluiu o COI.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.