COI reclama atraso mas garante Atenas 2004

Apesar de todos os problemas enfrentados pelos organizadores dos Jogos Olímpicos de 2004, em Atenas, o Comitê Olímpico Internacional (COI) fez um alerta nesta quarta-feira: não há mais como adiar ou transferir o evento para outro local. "Estamos exatamente a um ano da abertura dos Jogos e não há mais desculpas. Ainda não podemos dizer que tudo está em ordem, mas estamos confiantes pois o evento terá que ocorrer", afirmou Jacques Rogge, presidente do COI.Os gregos deveriam ter concluído várias de suas obras há mais de seis meses, mas até agora lutam para completar o que haviam prometido. Problemas políticos, orçamentários e descobertas de sítios arqueológicos nos locais em obra atrasaram a preparação da cidade de Atenas para o evento. "Peço a união de todos na Grécia para que os Jogos possam ocorrer de forma exemplar", afirmou RoggePara Gianna Angelopoulos, que preside o Comitê Organizador do evento, não há dúvidas de que Atenas estará pronta para os jogos. "Será um evento mágico", garantiu. Nesta quarta-feira, o COI enviou cartas convidando os países a participarem das Olimpíadas em 2004. Na cerimônia que marcou a assinatura das cartas, o COI informou que nunca na história, tantos convites foram feitos. "Esperamos 201 delegações em Atenas, inclusive a do Iraque, Afeganistão e Timor Leste", completou Rogge.

Agencia Estado,

13 de agosto de 2003 | 13h19

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.