Joshua Paul/AP
Joshua Paul/AP

COI reconhece Sudão do Sul, que poderá ter equipe nos Jogos do Rio

Nação africana se tornou a 206º a ingressar no COI

Estadão Conteúdo

02 de agosto de 2015 | 14h37

O Comitê Olímpico Internacional (COI) reconheceu oficialmente o Sudão do Sul, neste domingo, durante reunião da entidade, em Kuala Lumpir. Com a decisão, o novo país africano poderá enviar delegação para disputar os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, no próximo ano.

A decisão oficializa a recomendação feita pelo Comitê Executivo do COI, na semana passada. "Deixem-me desejar a vocês um futuro muito brilhante", declarou o presidente do COI, Thomas Bach. "Vamos ficar ao lado de vocês. Esperamos encontrar vocês na cerimônia de abertura dos Jogos do Rio. Isso colocará vocês no mapa do mundo."

Com a oficialização do Sudão do Sul, o país africano se tornou o 206º país a ingressar no COI, o último após o Kosovo. Na Olimpíada de Londres, em 2012, Guor Marial, maratonista do Sudão do Sul, competiu como atleta independente sob a bandeira do COI.

O Sudão do Sul, que se separou do Sudão e se tornou independente em 2011, vem sendo dilacerado pela guerra civil nos últimos dois anos. O país está em conflito desde dezembro de 2013, em um confronto entre forças leais ao ex-vice-presidente Riek Machar, da etnia Nuer, e ao presidente Salva Kiir, da etnia Dinka. O conflito tem provocado uma crise humanitária, deixando a mais jovem nação do mundo em turbulência, quatro anos após a sua criação.

Tudo o que sabemos sobre:
OlimpíadaCOISudão do Sul

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.