COI teme atraso em obras para Jogos de Inverno de 2014

Inspetores ficaram preocupados com o estado atual da infraestrutura da cidade de Sochi, na Rússia

AE-AP, Agencia Estado

14 de maio de 2009 | 13h16

Os inspetores do Comitê Olímpico Internacional (COI) ficaram preocupados com o estado atual das obras para os Jogos Olímpicos de Inverno de 2014, que serão realizados na cidade de Sochi, na Rússia. "Os organizadores precisam assegurar que vão tomar as decisões de forma pontual e manter seu ambicioso cronograma", afirmou o francês Jean-Claude Killy, que coordena a equipe do COI responsável pela supervisão da competição.

Balneário às margens do Mar Negro, e será a primeira cidade russa a receber os Jogos de Inverno. A maior parte da infraestrutura está sendo construída, inclusive as arenas de esportes no gelo, a Vila Olímpica e o estádio que será usado na abertura da competição, além de uma estrada que ligará a cidade às montanhas de Krasnaya Polyana, que receberão os esportes de neve.

"Não podemos subestimar o tamanho e a complexidade do projeto de nossos amigos russos", afirmou Killy, um ex-esquiador dono de três medalhas de ouro olímpicas, nos Jogos de Grenoble, em 1968. O orçamento está estimado em US$ 13 bilhões (cerca de R$ 27,2 bilhões), mas foi montado sob supervisão do então presidente russo, Vladimir Putin, antes de estourar a atual crise financeira.

Putin é hoje o primeiro-ministro, e seu vice, Dmitry Kozak, responsável pela supervisão do governo aos Jogos, afirmou que está tudo correndo como o planejado. "A maior parte das obras estará pronta em 2012", assegurou o político.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.