Colombiana vence dois jogos no mesmo dia e vai à final em Nuremberg

A colombiana Mariana Duque-Mariño superou uma maratona nesta sexta-feira para alcançar a final do Torneio de Nuremberg. A tenista número 98 do ranking precisou ficar em quadra durante quatro horas para vencer duas partidas e seguir na briga pelo título no saibro da competição alemã.

Estadão Conteúdo

20 de maio de 2016 | 15h26

A tenista da Colômbia precisou jogar duas vezes nesta sexta porque sua partida válida pelas quartas de final foi adiada na quinta. E este foi o jogo que mais exigiu de Duque-Mariño. Ela precisou de quase três horas para bater a norte-americana Varvara Lepchenko por 5/7, 7/6 (7/4) e 7/5.

Na sequência, a colombiana teve menos trabalho para superar a alemã Annika Beck, terceira cabeça de chave, por 7/5 e 6/1. Beck havia eliminado a brasileira Teliana Pereira na rodada de abertura da competição.

Na briga pelo título, Duque-Mariño vai encarar neste sábado a holandesa Kiki Bertens, que despachou outra tenista da casa, nesta sexta. Bertens venceu a local Julia Görges por 3/6, 6/4 e 7/6 (7/4).

FRANÇA - Décima cabeça de chave, Caroline Garcia será a representante da casa na final do Torneio de Estrasburgo, neste sábado. A francesa venceu nesta sexta a compatriota Virginie Razzano por 6/7 (3/7), 6/4 e 7/5. No outro lado da chave, a local Kristina Mladenovic, quarta cabeça de chave, foi arrasada pela croata Mirjana Lucic-Baroni por duplo 6/1.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.